Início Delegacia Geral ASCOM

Operação ‘Resgate’ apreende adolescentes suspeitos de envolvimento em crimes, no AP

E-mail Imprimir PDF

201708221A Polícia Civil, com apoio técnico-operacional da malha de segurança pública do estado do Amapá, executou, no alvorecer do dia 18 de agosto do no em curso, o cumprimento do mandado de busca e apreensão de 10 (dez) adolescentes no complexo Araxá-Pedrinhas.

201708225A ação, deflagrada ainda de madrugada em frente à Delegacia Especializada na Investigação de Atos infracionais – DEIAI – e sob coordenação desta especializada, encerrou o ciclo completo de polícia num caso de grande repercussão na capital tucuju: o homicídio de RAIMUNDO ALEXANDRINO DOS SANTOS, de 59 anos de idade, que teve a residência, localizada na Rua Humberto Goes, nº 417, no Bairro Araxá, invadida na madrugada do dia 23/04/2017 por cerca de vinte indivíduos, todos componentes da conhecida e temida “gangue do farofa”, que atua em uma área de ressaca local que, pela fama da camarilha, recebeu o nome de “ponte do farofa”.

Severamente agredido por integrantes do bando, o senhor RAIMUNDO ALEXANDRINO DOS SANTOS, veio a óbito dois dias depois no Hospital de Emergências.

Iniciada a investigação pela DEIAI, o caso foi encerrado no dia 12 de junho, com o pedido de custódia provisória de todos os adolescentes identificados que, de alguma forma, tiveram participação no trágico episódio, pedido este atendido de plano pela Vara da Infância e Juventude de Macapá, culminando com a apreensão de todos na mesma data da operação policial.

201708222Inúmeras ocorrências policiais dão conta da sanha criminosa dos integrantes do bando investigado, que já chegou a expulsar famílias de casas na comunidade, sem contar os diversos outros crimes de roubo e afins de que foram vítimas pessoas inocentes pelo simples fato de caminharem nas adjacências da “ponte do farofa”.

Todos os jovens apreendidos, ora recolhidos no Núcleo de Internação Provisória, com idades que variam dos 13 aos 18 anos completos, possuem, sem exceção, registro policial na DEIAI, alguns dos quais com extensa ficha permeada de infrações penais que vão desde ameaças, lesões corporais até tentativas de homicídio que, no fim das contas, trouxeram sofrimento a um incontável número de pessoas.

Aliado ao cumprimento da ordem judicial, restou um objetivo paralelo, qual seja o de trazer um pouco mais de tranquilidade e merecida paz à comunidade da “Passagem Santa Clara”, nome digno, correto e preferível ao epíteto “ponte do farofa”.

A ação policial desencadeada não teria sido possível sem a junção de diversos órgãos internos da própria instituição Polícia Civil, tais como: Delegacia Geral, Departamento de Polícia do Interior e Corregedoria Geral, os quais, hipotecando muito mais do que apoio moral, cederam, outrossim, aporte humano e logístico.

A operação, por fim, contou também com o suporte logístico-operacional cedido pela Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública, por meio do Grupo Tático Aéreo e o inestimável apoio da Polícia Militar do Estado do Amapá, por meio do 1º BPM, sem os quais não se teria chegado ao exitoso resultado.201708223201708224

 

Notícias em destaques

A DELEGACIA GERAL DE POLÍCIA CIVIL DO AMAPÁ, considerando a necessidade de normatizar a padronização e expedição do novo modelo da Carteira de Identificação Funcional dos servidores das carreiras da Polícia Civil do Amapá com inclusão de novos itens de segurança, convoca os servidores a comparecer, de acordo com o periodo correspondente, na Delegacia Geral para proceder a troca ou retirada da nova identificação policial civil.

Os procedimentos referentes à emissão, substituição, distribuição, controle e recolhimento da Carteira de Identificação Funcional dos servidores das carreiras da Polícia Civil do Amapá ficarão a cargo do Gabinete da Delegacia Geral de Polícia Civil auxiliado pela Atividade de Recursos Humanos (ATRH) e Unidade de Informática (UINF).

O servidor deverá adquirir o novo modelo da Carteira de Identificação Funcional através de requerimento subscrito ao Gabinete da Delegacia Geral de Polícia Civil, a fim de padronizar o documento de identificação.

O requerimento a ser preenchido para aquisição do novo modelo da Carteira de Identificação Funcional estará à disposição do servidor no site da Polícia Civil, e quando de sua apresentação ao Gabinete da Delegacia Geral de Polícia Civil deverá anexar, obrigatoriamente, cópia do Registro Geral (RG) e, 01 (uma) foto 3x4 com fundo branco, estando o Policial com vestimenta formal, sendo terno e gravata para o sexo masculino e blazer para o sexo feminino.

O requerimento tramitará pelos setoriais de Atividade de Recursos Humanos (ATRH) para atualização dos dados funcionais do servidor e, posteriormente, pela Unidade de Informática (UINF), a qual será responsável pela entrega, e fará a impressão da carteira na presença do servidor, entregando-a mediante coleta biométrica do mesmo.

REQUERIMENTO PARA NOVA CARTEIRA DE POLÍCIA CIVIL

PORTARIA DE EXPEDIÇÃO - CARTEIRA POLICIAL

 

CRONOGRAMA:

Horário de recebimento: 8:00 às 12:00
Local: Gabinete da Delegacia Geral
Data: confome a Letra do Nome

  • A a E (13/11 à 17/11)
  • F a J (20/11 à 24/11)
  • K a O (27/11 à 01/12)
  • P a T (04/12 à 08/12)
  • U a Z (11/12 à 15/12)

* Será obedecido a ordem conforme a data acima. Em caso de perda do prazo, será recebido após 15/12/2017.

PROCEDIMENTOS:
1 - ver portaria de Expedição;
2 - Preencher o Requerimento;
3 - cópia do Registro Geral (RG);
4 - Foto 3x4 com fundo branco ( em mídia digital), conforme Portaria;
5 - Entregar requerimento preenchido e assinado no Gabinete da DGPC;
6 - Entregar foto digital na Unidade de Informática;
7 - Retirada da Carteira, somente para o solicitante, presencial.

O prazo de entrega da carteira será cinco dias úteis depois da entrega do requerimento e foto digital.

Em caso de dúvida entrar em contato com a Unidade de Informática/DGPC.

Enquete

Qual o curso que você, policial, entende ser nescessário para aprimoramento profissional?