Início Delegacia Geral ASCOM

Foragido de Goiás é preso pela Polícia Civil do Amapá

E-mail Imprimir PDF

20170118 CopyHomem foi condenado há 18 anos de prisão por homicídio qualificado e levava vida normal em Macapá.

A Polícia Civil prendeu na manhã de segunda-feira, 16, Arnaldo Silva Martins, de 59 anos, foragido da Justiça de Goiás e capturado mediante o cumprimento de prisão preventiva no bairro Infraero II, na Zona Norte de Macapá.

A prisão foi feita por volta das 11 horas da manhã por policiais do Núcleo de Operações em Inteligência da Polícia Civil (NOI) e da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Pessoa (Decipe). A equipe recebeu a informação sobre o paradeiro de um possível foragido na cidade e montou um esquema para capturar o indivíduo.

De acordo com o delegado Ronaldo Coelho, titular da Decipe, Arnaldo Martins estava com o mandado de prisão preventiva da Comarca do Estado de Goiás, condenado a 18 anos de prisão por homicídio qualificado. Ele é acusado de ter cometido um assassinato ocorrido em Goiânia, em 1989. A vítima foi morta a facadas durante uma briga.

“Ele era foragido da justiça e estava morando em Macapá, construiu família e trabalhava como motaxista na cidade. Através do serviço de inteligência da Polícia Civil, descobrimos o paradeiro dele e conseguimos prendê-lo”, disse o delegado.

Segundo as investigações, Arnaldo Silva Martins, levava uma vida normal em Macapá, e usava o nome verdadeiro, mesmo tendo uma condenação por homicídio. Arnaldo foi encaminhado para o Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen), onde aguardará manifestação da justiça de goiana.


 

Notícias em destaques

O Departamento de Policia do Interior, por intermédio da Delegacia de Porto Grande, sob o comando do Delegado Julio Cesar, deu cumprimento no final da tarde de ontem a Mandado de Busca e Apreensão Domiciliar. Por ocasião das diligencias, foram presas duas pessoas por estarem na posse de 50 (cinqüenta) porções de maconha, 04 (quatro) porções grandes de crack, 02 (duas) balanças de precisão que eram usadas na pesagem da droga, além de 01 (uma) arma de fogo, tipo garrucha e 04 (quatro) munições.

Leia mais...

Enquete

Qual o curso que você, policial, entende ser nescessário para aprimoramento profissional?