Início Delegacia Geral ASCOM

Civil incinera mais de 200 quilos de drogas

E-mail Imprimir PDF

A Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE) incinerou nesta sexta-feira, 2, mais de 200 quilos de drogas, em uma olaria localizada no bairro Universidade, Zona Sul de Macapá. As substancias foram apreendidas em operações da Polícia Civil. 

A incineração foi acompanhada pelo delegado Sidney Leite, titular da DTE, que montou um esquema de segurança para garantir o transporte da droga. O material incinerado incluiu maconha, cocaína e crack. Para ser incinerado, o entorpecente precisou passar por perícia e ter autorização da Justiça e do Ministério Público do Amapá (MP).

“A incineração de hoje é resultado das apreensões realizadas ao longo deste ano, após um trabalho de investigação feito pelo setor de inteligência da Polícia Civil. Infelizmente, Macapá vem sofrendo com o tráfico de drogas, e por conta disso, vamos intensificar nossas ações em grandes operações e apreensões”, adiantou Sidney Leite.

Essa foi a primeira incineração realizada pela Polícia Civil neste ano. Em março de 2015, foram destruídos mais de 300 quilos de drogas. A última apreensão ocorreu na quinta-feira,1°, quando cinco quilos de maconha foram retirados de circulação. A droga estava sendo transportada por uma menor e um homem de 31 anos, no bairro Jardim Felicidade I, Zona Norte da cidade.

 

Notícias em destaques

No dia 26 de julho do corrente ano, o Departamento de Policia do Interior prendeu em flagrante delito no município de Tartarugalzinho três indivíduos pela prática do crime de furto de gado. Por ocasião da prisão foram apreendidas 48 (quarenta e oito) reses de bubalinos que foram furtadas de fazendas da região.

O Delegado Sandro Torrinha que preside as investigações autuou ainda os infratores pelo crime de associação criminosa, vez que conseguiu provas nos autos de Inquérito que os indivíduos estavam consorciados para prática reiterada de furtos de búfalos na região, inclusive a associação criminosa era chefiada pelo pai dos demais membros.

Leia mais...

Enquete

Qual o curso que você, policial, entende ser nescessário para aprimoramento profissional?