Início Delegacia Geral ASCOM

PC prende acusado de roubar e matar ribeirinho, no rio Vila Nova

E-mail Imprimir PDF

201612303Ele foi preso pela equipe de investigação da 2ª DP de Santana e vai responder pelos crimes de latrocínio (matar para roubar) e furto.

A Polícia Civil do Amapá prendeu na terça-feira, 13, Gersoene Ribeiro da Silva, de 38 anos, mais conhecido como “Monstrinho”, acusado pelo assassinato do ribeirinho Vicente Oliveira Rodrigues, de 65 anos, durante um roubo na residência da vítima. O crime ocorreu na madrugada do último dia 20 de novembro, na localidade do rio Vila Nova, no município de Santana.

De acordo com a delegada Luiza Maia, da 2ª Delegacia de Polícia de Santana, que investiga o caso, além de matar o aposentado, o criminoso e mais dois comparsas teriam levado um gerador de energia, um botijão de gás e um rádio da casa da vítima. O corpo do aposentado foi encontrado amarrado e amordaçado em uma rede, com sinais de violência. Em um primeiro momento, o acusado teria se apresentado na delegacia, e admitiu a participação no crime, mas negou ter matado o idoso. Ele estava respondendo em liberdade, mas estava atrapalhando as investigações e tinha viajar para a cidade de Caiene, na Guiana Francesa.

“Ele estava em liberdade, mas nossa equipe de investigação da 2ª DP constatou que Gersoene faltou com a verdade, e estava intimidando as testemunhas, além de ser apontado como o autor do latrocínio ele estaria praticando outros crimes na região. Representamos pela prisão preventiva dele que foi atendida pelo judiciário. Foi um crime bárbaro extremamente doloso e de grande maldade”, enfatizou a delegada

Segundo a investigação, a vítima teve a casa invadida pela segunda pelo mesmo acusado, anterior ao crime, Gersoene que conhecia o aposentado, teria o ameaçado de morte, caso levasse o caso à polícia. Gersoene Ribeiro da Silva, confessou ter participado do furto e do roubo na casa do aposentado, e que teve ajuda de dois indivíduos conhecidos como “Cabeludo” e “Macaco”, que estão sendo investigados. Ele contou à polícia que vendeu os objetos levados da vítima por R$ 200 e que teria usado o dinheiro para comprar drogas.  Todos os objetos levados da vítima foram recuperados pela Polícia Civil.

Ele foi preso pela equipe de investigação da 2ª DP de Santana e vai responder pelos crimes de latrocínio (matar para roubar) e furto.

 

Notícias em destaques

No dia 26 de julho do corrente ano, o Departamento de Policia do Interior prendeu em flagrante delito no município de Tartarugalzinho três indivíduos pela prática do crime de furto de gado. Por ocasião da prisão foram apreendidas 48 (quarenta e oito) reses de bubalinos que foram furtadas de fazendas da região.

O Delegado Sandro Torrinha que preside as investigações autuou ainda os infratores pelo crime de associação criminosa, vez que conseguiu provas nos autos de Inquérito que os indivíduos estavam consorciados para prática reiterada de furtos de búfalos na região, inclusive a associação criminosa era chefiada pelo pai dos demais membros.

Leia mais...

Enquete

Qual o curso que você, policial, entende ser nescessário para aprimoramento profissional?