Início Delegacia Geral ASCOM

Polícia Civil incentiva projeto social para crianças carentes de Macapá

E-mail Imprimir PDF

201612304O projeto funciona no Ciosp do bairro Congós e visa, através do Judô, ajudar crianças e adolescentes em risco social

 Aulas de Judô no ciosp do Congós. Mais de 60 crianças participam

Uma confraternização realizada na quinta-feira, 22, marcou o fim das atividades em 2016 do projeto social “Esporte e Segurança e a Descoberta de Talentos”, lançado este ano através de uma parceria entre o Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Amapá (Sinpol), Delegacia Geral de Polícia Civil do Amapá (DGPC) e a Federação Amapaense de Judô (FAJ). O projeto atende crianças e adolescentes em vulnerabilidade social com idade entre 6 e 17 anos. As atividades acontecem no CIOSP do bairro Congós, Zona Sul de Macapá.

201612305O projeto é uma iniciativa do presidente da Federação Amapaense de Judô, Antônio Viana, que também é policial civil e praticante de judô. O trabalho visa melhorar a vida de crianças e adolescentes em risco social por meio da prática do Judô, usado como instrumento de formação de cidadãos.

Segundo Antônio Viana, a iniciativa é voltada para meninos e meninas da comunidade do bairro Congós e oferece oportunidade de acesso ao esporte como alternativa para a inclusão social. O treinador explica que o projeto conta com cerca de 60 crianças e adolescentes oriundos de escolas públicas da comunidade. Os treinos ocorrem duas vezes por semana no CIOSP do Congós.

“É uma atividade com lições de disciplina, controle, respeito à família e ao próximo. Nosso trabalho está no resgate social de crianças e adolescentes em situações de risco social, dando oportunidades a essas crianças de terem acesso a uma modalidade esportiva em um ambiente adequado”, destacou Viana.

A delegada geral de Polícia Civil, Maria de Lourdes Sousa, parceira do projeto, participou do último treino de 2016. Ela parabenizou a iniciativa do professor Viana e reconheceu a importância de se desenvolver atividades preventivas nas comunidades, dando oportunidades às crianças carentes de todos os bairros.

 

Notícias em destaques

A Delegada Geral de Polícia Civil Maria de Lourdes Sousa, e em nome dos servidores da Polícia Civil do Estado do Amapá, vem a público manifestar o mais profundo pesar pela morte do sargento da Policia Militar Hudson Conrado da Silva, presta condolências aos familiares e amigos enlutados pela irreparável perda ocorrida.

Maria de Lourdes Sousa
Delegada Geral de Polícia Civi

Enquete

Qual o curso que você, policial, entende ser nescessário para aprimoramento profissional?