Início Delegacia Geral ASCOM

Estudante diz que foi coagida a envenenar água de escola

E-mail Imprimir PDF

Uma das adolescentes envolvidas na ocorrência de envenenamento da água na Escola Risalva Amaral, localizada no bairro Pantanal zona norte de Macapá, prestou depoimento ao delegado Plínio Roriz titular da Delegacia Especializada na Investigação de Atos Infracionais (DEIAI).

A menina disse à polícia que encontrou um frasco com o produto as proximidades do estabelecimento de ensino, e teria mostrado a colega que teve a ideia de adicioná-lo  a água do bebedouro, pois queria se vingar de outra pessoa, cujo fato ocorreu na sexta-feira, 28, e  alegou que foi coagida pela amiga.

O episódio veio à tona quando alguns alunos passaram mal após terem ingerido a água e pelo menos pessoas sete pessoas foram levados ao Hospital de Emergências.
Servidores da escola observaram que o bebedouro estava sem os parafusos da tampa e ao verificar notaram que no fundo estava o produto, responsável pela intoxicação.

De acordo com o delegado a segunda pessoa envolvida será intimada a prestar depoimento, mas ele já adiantou que ambas serão indiciadas por tentativa de homicídio.

 

Notícias em destaques

A DELEGACIA GERAL DE POLÍCIA CIVIL DO AMAPÁ, considerando a necessidade de normatizar a padronização e expedição do novo modelo da Carteira de Identificação Funcional dos servidores das carreiras da Polícia Civil do Amapá com inclusão de novos itens de segurança, convoca os servidores a comparecer, de acordo com o periodo correspondente, na Delegacia Geral para proceder a troca ou retirada da nova identificação policial civil.

Os procedimentos referentes à emissão, substituição, distribuição, controle e recolhimento da Carteira de Identificação Funcional dos servidores das carreiras da Polícia Civil do Amapá ficarão a cargo do Gabinete da Delegacia Geral de Polícia Civil auxiliado pela Atividade de Recursos Humanos (ATRH) e Unidade de Informática (UINF).

O servidor deverá adquirir o novo modelo da Carteira de Identificação Funcional através de requerimento subscrito ao Gabinete da Delegacia Geral de Polícia Civil, a fim de padronizar o documento de identificação.

O requerimento a ser preenchido para aquisição do novo modelo da Carteira de Identificação Funcional estará à disposição do servidor no site da Polícia Civil, e quando de sua apresentação ao Gabinete da Delegacia Geral de Polícia Civil deverá anexar, obrigatoriamente, cópia do Registro Geral (RG) e, 01 (uma) foto 3x4 com fundo branco, estando o Policial com vestimenta formal, sendo terno e gravata para o sexo masculino e blazer para o sexo feminino.

O requerimento tramitará pelos setoriais de Atividade de Recursos Humanos (ATRH) para atualização dos dados funcionais do servidor e, posteriormente, pela Unidade de Informática (UINF), a qual será responsável pela entrega, e fará a impressão da carteira na presença do servidor, entregando-a mediante coleta biométrica do mesmo.

REQUERIMENTO PARA NOVA CARTEIRA DE POLÍCIA CIVIL

PORTARIA DE EXPEDIÇÃO - CARTEIRA POLICIAL

 

CRONOGRAMA:

Horário de recebimento: 8:00 às 12:00
Local: Gabinete da Delegacia Geral
Data: confome a Letra do Nome

  • A a E (13/11 à 17/11)
  • F a J (20/11 à 24/11)
  • K a O (27/11 à 01/12)
  • P a T (04/12 à 08/12)
  • U a Z (11/12 à 15/12)

* Será obedecido a ordem conforme a data acima. Em caso de perda do prazo, será recebido após 15/12/2017.

PROCEDIMENTOS:
1 - ver portaria de Expedição;
2 - Preencher o Requerimento;
3 - cópia do Registro Geral (RG);
4 - Foto 3x4 com fundo branco ( em mídia digital), conforme Portaria;
5 - Entregar requerimento preenchido e assinado no Gabinete da DGPC;
6 - Entregar foto digital na Unidade de Informática;
7 - Retirada da Carteira, somente para o solicitante, presencial.

O prazo de entrega da carteira será cinco dias úteis depois da entrega do requerimento e foto digital.

Em caso de dúvida entrar em contato com a Unidade de Informática/DGPC.

Enquete

Qual o curso que você, policial, entende ser nescessário para aprimoramento profissional?