Início Delegacia Geral ASCOM

Agentes da 1ª Delegacia prendem universitário acusado de homicídio por motivos de ciúmes

E-mail Imprimir PDF

Policiais da equipe de investigação da 1ª Delegacia do bairro Nova Esperança prenderam o universitário Cairon Felipe Ferreira da Silva, 19, acusado de matar a tiros um jovem com 13 anos de idade.

A delegada Janeci da Costa preside o inquérito e disse que Cairom confessou ter assassinado o garoto por motivos de ciúmes haja vistas que a vítima tinha um caso com a ex-namorada dele e que estava sendo ameaçado e que por isso comprou uma arma de fogo.

No dia no delito eles se encontraram na Arena do bairro Marabaixo 3 por volta de 20h e em certo momento disparou várias vezes contra Flávio Custódio Albuquerque, 13, matando-o no local e na presença de muitas pessoas, cujo crime é considerado passional, ou seja, por motivos de ciúmes.

Após o crime o acusado fugiu levando a arma e passou ser procurado pela polícia até ser preso por volta de 13h desta sexta-feira, 7.

Segundo a delegada Cairon estava ameaçando algumas testemunhas e por isso teve a liberdade restringida ocasião em que os agentes deram voz de prisão ao mesmo.

O inquérito estava correndo em sigilo enquanto as investigações eram concluídas, haja vistas que ele já esteve envolvido com ato infracional análogo ao crime de roubo, ameaça entre outros.

Entenda o caso: Por volta de 20h de 10 de outubro Cairon Felipe estava na Arena do bairro Marabaixo 3, portando arma de fogo  quando se deparou com o jovem Luiz Flávio de 13 anos de idade que estava na arquibancada acompanhado da namorada cujo nome não foi revelado a pedido da polícia.

O acusado que é estudante do curso de odontologia se aproximou e disparou pelo menos cinco vezes contra a vítima acertando a cabeça, peito e outras partes do corpo sem dá chances de defesa. Luiz chegou ser atendido por uma equipe do Samu, mas morreu antes de ser levado para o hospital.

 

Notícias em destaques

Na última quarta-feira (13), policiais civis participaram de um torneio de tiro no stand da Academia Integrada de Formação. Foram 71 competidores, entre agentes, oficiais e delegados, na disputa para saber quais têm maior habilidade no tiro de precisão com pistola .40.

Os competidores foram divididos conforme função e gênero.

Leia mais...

Enquete

Qual o curso que você, policial, entende ser nescessário para aprimoramento profissional?