Início Delegacia Geral ASCOM

Cães da Polícia Civil treinados para ações especiais

E-mail Imprimir PDF

20140908 2

O Centro de Treinamento Canino da Polícia Civil do Amapá (CTC) possui 12 cães especializados em faro de substâncias entorpecentes, material explosivo e eletrônicos, busca pessoal e contenção entre outras habilidades.

De acordo com o coordenador do CTC Sandro Silveira em cerca de 7 anos aproximadamente 200 quilos de drogas foram detectadas pelas cadelas pertencentes ao Canil, gerando prejuízo incalculável aos patrões do tráfico amapaense e principalmente retirando o produto das mãos de usuários.

“A eficácia do trabalho que os agentes desenvolvem com os cães tem produzido efeitos altamente positivos para a instituição, e principalmente para a sociedade no que diz respeito à detecção de drogas escondidas em locais, onde o homem jamais poderia descobrir, como é o caso dos 100 quilos  apreendidos neste fim de semana na Foz do rio Mazagão Velho, onde havia recipiente escondido em área alagada, mesmo assim a cadela Flexa farejou e encontrou o produto, ou seja, a Polícia Civil está preparada com agentes e cães policiais para atuar em qualquer situação”, destaca Sandro.

Nesta terça-feira, 2, servidores do CTC fizeram simulação de apenas três situações com uso de animais onde foram encontradas drogas em local subterrâneo, escondidas em veículo e ação de revista a pessoa suspeita com reação e sem reação do acusado.

No caso da substância enterrada o coordenador ressalta que muitos itens técnicos são levados em consideração para treinar o cão, ou seja, o animal aprende a diferenciar o cheiro entre droga e combustível, pneus e demais odores.

Ultimamente traficantes estão mudando a forma de guardar a droga embalando com fita isolante material emborrachado e escondendo em baixo da terra, mesmo assim os pacotes são detectados.

Em breve os cães policiais estarão sendo treinados para trabalhar em operações com mata fechada a encontrar pessoas perdidas ou mesmo foragidos da justiça.

A pastora belga malinois “Mali” participou do I Encontro Nacional de Unidades K9 realizado recentemente na cidade de Teresópolis no Estado do Rio de Janeiro, evento que reuniu unidades caninas de todas as forças de segurança pública do país, onde os cães policiais foram submetidos a provas de faro de substancia entorpecentes, explosivos, abordagem e imobilização, ocasião em que Mali alcançou a 3ª colocação na modalidade.

20140908 120140908 620140908 520140908 4

 

Notícias em destaques

Na última quarta-feira (13), policiais civis participaram de um torneio de tiro no stand da Academia Integrada de Formação. Foram 71 competidores, entre agentes, oficiais e delegados, na disputa para saber quais têm maior habilidade no tiro de precisão com pistola .40.

Os competidores foram divididos conforme função e gênero.

Leia mais...

Enquete

Qual o curso que você, policial, entende ser nescessário para aprimoramento profissional?