Início Delegacia Geral ASCOM

Polícia Civil faz a maior apreensão de crack no Amapá

E-mail Imprimir PDF

20140831 320140901 1“Quero destacar o grande empenho dos policiais da Delegacia de Tóxico e Entorpecente (DTE) da Polícia Civil, no que diz respeito às investigações para combater o tráfico de substância entorpecente no Estado do Amapá, que tem culminado com grandes apreensões de diversos tipos de drogas” enfatiza o titular da DTE Marko Scaliso.

Neste sábado, 30, os agentes apreenderam 100 quilos de crack em pedras que estavam acondicionadas e escondidas em barris enterrados em uma chácara no município de Mazagão.

Os agentes contaram com ajuda de cães farejadores do Canil da Polícia Civil para encontrar as pedras de drogas que estavam em locais de difícil acesso, inclusive em área alagada.

20140901 220140901 3De acordo com a polícia o local pertence a Elton Quadros Ataide, 33, o “Cabuçu” que nesta quinta-feira, 28, resistiu à voz de prisão de uma equipe composta por militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e acabou morrendo atingido a bala. Os policiais apreenderam 27 quilos de crack.

O delegado relembra que em novembro do ano passado a especializada deflagrou a operação São Tiago com objetivo de frear a transação de drogas e identificou Elton como sendo o patrão do tráfico naquela região, e apreendeu 90 quilos de crack.

Na ocasião quatro pessoas foram presas e 2 indiciadas por envolvimento com o crime. Elton estava com prisão decretada, porém, era considerado foragido da justiça.

20140831 4Segundo a polícia estes 100KG podem chegar a aproximadamente 340 após ser adicionado a outros produtos.

As investigações vão continuar a fim de saber se mais pessoas estão envolvidas com recebimento e venda de drogas no Amapá.

Histórico da DTE:

em 2013 os agentes apreenderam 117 quilos de substâncias entorpecentes, sendo que desta quantidade 100 KG eram de maconha.

Este ano policiais da Delegacia de Entorpecente já retiraram das mãos de traficantes 145 quilos apenas de crack e no total 189 quilos de drogas entre crack, maconha, ecstasy.

 

Notícias em destaques

Na última quarta-feira (13), policiais civis participaram de um torneio de tiro no stand da Academia Integrada de Formação. Foram 71 competidores, entre agentes, oficiais e delegados, na disputa para saber quais têm maior habilidade no tiro de precisão com pistola .40.

Os competidores foram divididos conforme função e gênero.

Leia mais...

Enquete

Qual o curso que você, policial, entende ser nescessário para aprimoramento profissional?