Início Delegacia Geral Unidade de Informática - UINF Unidade de Informática implementa nova atualização no Sistema de Investigação Policial – SIP
Unidade de Informática - UINF

A Unidade de Informática é responsável pelas atividades da área de Tecnologia da Informação da Polícia Civil do Amapá, abrangendo os equipamentos, redes de computadores e sistemas informatizados, bem como o desenvolvimeto e implementação do Site.

Equipe da Unidade de Informática/DGPC

Telefone: (96) 2101 - 8223



Unidade de Informática implementa nova atualização no Sistema de Investigação Policial – SIP

E-mail Imprimir PDF

20140814 1A Equipe da Unidade de Informática da Polícia Civil do Amapá concluiu uma nova atualização do SIP ver 4.0, integrando ao sistema à funcionalidade de indexação de documentos aos cadastros dos indivíduos.

20140814 2A necessidade da implementação dessa funcionalidade foi manifestada pelo Delegado Leandro Leite, ao constatar a dificuldade de localizar documentos das pessoas cadastradas, em razão da ausência de mecanismos de automatização específicos.

O SIP atualmente dispõe de 3.581 registros de pessoas cadastradas, contendo informações pessoais, fotos e biometria. O banco de fotos do SIP está com atualmente 6.883 foto.

“Tal implementação auxiliará as unidades policiais em ter um banco de dados mais completo com a possibilidade de agregar aos cadastros qualquer tipo de documento, como procedimentos policiais, identidades, laudos, entre outros documentos”, informou o Chefe da Unidade de Informática, Harley Sousa.

20140815 1Em breve o Sistema de Investigação Policial – SIP, terá um modulo de consulta voltado para WEB, possibilitando ao policial realizar consultas em dispositivos moveis (smartphone e tablet).

 

Login Form

sistemas

siop2012


Notícias em destaques

No dia 26 de julho do corrente ano, o Departamento de Policia do Interior prendeu em flagrante delito no município de Tartarugalzinho três indivíduos pela prática do crime de furto de gado. Por ocasião da prisão foram apreendidas 48 (quarenta e oito) reses de bubalinos que foram furtadas de fazendas da região.

O Delegado Sandro Torrinha que preside as investigações autuou ainda os infratores pelo crime de associação criminosa, vez que conseguiu provas nos autos de Inquérito que os indivíduos estavam consorciados para prática reiterada de furtos de búfalos na região, inclusive a associação criminosa era chefiada pelo pai dos demais membros.

Leia mais...

Enquete

Qual o curso que você, policial, entende ser nescessário para aprimoramento profissional?