Início Delegacia Geral Departamento de Polícia do Interior


Departamento de Polícia do Interior - DPI

E-mail Imprimir PDF

DelUberlandioDepartamento de Polícia do Interior (DPI) é órgão de função tático-operacional da Delegacia-Geral de Polícia Civil do Estado do Amapá (DGPC), conforme o artigo 28, da subseção II, da seção II, da Lei Nº 0883/05 (Lei Orgânica).

O Departamento de Polícia do Interior (DPI) está sob o comando do Delegado de Polícia Civil Antônio Uberlandio Azevedo Gomes, que exerceu a função de Instrutor da Academia Integrada de Formação e Aperfeiçoamento - AIFA, foi delegado plantonista no CIOSP Congós, CIOSP Pacoval, DEIAI e Central de Flagrantes de Santana, exerceu o cargo de Coordenador Substituto do CIOSP Pacoval, Chefe de Gabinete da Secretaria de Segurança Pública do Amapá e titular da DTE.

Ao departamento compete, além de “chefiar, supervisionar e coordenar os serviços policiais civis no âmbito das respectivas unidades policiais” que estejam sob sua subordinação, também:

“I - articular-se, permanentemente, com as chefias dos demais órgãos integrantes do Sistema, visando à efetividade dos serviços atinentes ao ciclo completo da ação policial civil nas áreas integradas existentes no Estado;

II - articular-se, permanentemente, com o Departamento de ações Especializadas, visando à harmonia de procedimentos técnico-científicos no curso da ação especializada que se praticar na sua respectiva Central Integrada.”

e-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

 

Notícias em destaques

No dia 26 de julho do corrente ano, o Departamento de Policia do Interior prendeu em flagrante delito no município de Tartarugalzinho três indivíduos pela prática do crime de furto de gado. Por ocasião da prisão foram apreendidas 48 (quarenta e oito) reses de bubalinos que foram furtadas de fazendas da região.

O Delegado Sandro Torrinha que preside as investigações autuou ainda os infratores pelo crime de associação criminosa, vez que conseguiu provas nos autos de Inquérito que os indivíduos estavam consorciados para prática reiterada de furtos de búfalos na região, inclusive a associação criminosa era chefiada pelo pai dos demais membros.

Leia mais...

Enquete

Qual o curso que você, policial, entende ser nescessário para aprimoramento profissional?